2 minutos

Recentemente o guru Seth Godin – sou fã dele desde o lançamento do artigo Unleash the Ideavirus, na Fast Company em julho de 2000 – traçou uma relação bastante interessante entre universitários e usuários de Mozilla Firefox (FF).

Segundo Godin, usuários de FF são adeptos de “power tools online” como blogs, twitter, flickr, entre outras. A questão toda se dá pois tais pessoas não se contentam com o browser nativo dos seus computadores (IE para Windows e Safari para Mac). Esse simples fato os coloca num grupo seleto de usuários: os power users.

Godin faz um paralelo com os estudantes pois é o esforço e as oportunidades que eles buscam que fazem deles profissionais de sucesso. Assim como aconteceria com os adeptos do Mozilla.

Bem, mas o que isso tem a ver com Web analytics? Tudo. Senão, vejamos. Comparei o site de um de nossos clientes com o blog da marca. O resultado:

Site da marca – 90% de usuários de IE
Blog da marca – 80%

Ponto para o tio Godin.

Vamos além na análise e agora trago os números do maior viral do ano, a campanha AXE Dark Temptation. Total dos acessos ao site:

IE – 69,68%
FF – 23,82%

Acessos via referência, ou seja, do buzz da campanha em blogs (principalmente)

FF – 49,00%
IE – 42,56%

Isso mesmo, mais Mozilla Firefox que IE.

Outro ponto para o Godin.

NO ENTANTO, não se percebem discrepâncias no tempo de navegação e número de páginas visualizadas (neste projeto, é bom salientar) entre os diferentes grupos. E por fim, vamos olhar a conversão. Igualmente similar. (números confidenciais, sorry)

Dessa vez o Godin não levou nenhum ponto.

No caso específico de AXE Dark, o “consumo” do site – provavelmente pela abordagem global da campanha – não apresentou distinção entre os grupos de usuários. O que precisa ser checado com outras ações para termos um parecer mais definitivo.

CONCLUSÃO

O FF index (termo criado aqui) pode ser aplicado para verificar o tipo de audiência do seu site. Usuários tradicionais (IE) versus usuários que facilmente se adaptam a novidades e facilidades da web (FF). Eles apontam principalmente o perfil de pessoa que tem procurado o seu site/blog, portanto, a sua marca, a sua empresa ou você mesmo, no caso das páginas pessoais.

Fica uma dica: a sua empresa vende inovação? Então fique de olho no FF index e veja se isso está refletindo nos visitantes do site.

Mais sobre Web Analytics aqui.

UPDATE: Pessoal, se possível compartilhem suas experiências nos comentários. Será bastante válido para todos nós.

Distribua