Política & Procedimentos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

[IPP – ÍNDICE DE POLÍTICA E PROCEDIMENTOS]
v0.1 11/12/2016 @ 06:51

[ÍNDICE]

[0.0] Consultas
[1.0] Introdução
[1.1] O que é o Design.com.br?
[1.2] Levels
[1.3] Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores
[1.4] Ajuda! Eu estou banido da comunidade
[2.0] Procedimentos
[2.1] Aplicados ao Fórum
[2.2] Aplicados aos Usuários/Membros
[2.3] Aplicados aos Colaboradores
[3.0] Aplicado aos Administradores de Grupos
[3.5] Aplicado aos parceiros/LigaD
[4.0] Projetos
[4.1] Resoluções
[5.0] Histórico
[5.1] Licenças

[0.0] Novidades

Estas são as novidades desta versão:

v0.1: Lançada a primeira versão do IPP.

[1.0] Introdução

Quando participamos do DESIGN.com.br temos a responsabilidade de fazer o (im)possível para garantir a todos o acesso a plataforma e para facilitar, criamos alguns procedimentos em algumas situações recorrentes. O intuito do IPP é evitar decisões arbitrárias, desenvolvemos os procedimentos abaixo. Dessa forma assumimos o compromisso público de proceder como aqui descrito.

Além disto, como o DESIGN.com.br não é feito só pelo Jonas, este documento pretende tornar de conhecimento público todas as ideias e procedimentos para que sejam comentados, discutidos, sugeridos e utilizados por quem interessar. Ressaltamos que os procedimentos não são de uso obrigatório mas é fundamental para aqueles que estão interessados em se empenhar e se comprometer com a qualidade do atendimento da comunidade.

Não acreditamos que o procedimento seja previsto a todas as situações, já que os humanos são imprevisíveis, então novas ações e diferentes tolerâncias também são possíveis. Portanto entenda isso como uma diretriz.

Se você foi penalizado em um dos procedimentos abaixo e discorda disso, o Design.com.br possui uma Ouvidoria para atender estes casos. Fornecendo o Log/Prints e todas as explicações possíveis sobre o assunto, entre em contato com ouvidoria@design.com.br

Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou qualquer tipo de contato sobre, entre em contato conosco.

Notas:

• Os procedimentos anti-spam e anti-roubo de registros não serão aqui detalhados por motivos de segurança.

[1.1] O que é o Design.com.br?

A comunidade Design.com.br foi feita para trocar referências, tirar duvidas, bater um papo, conversar. Um lugar virtual onde diversas pessoas podem se encontrar e conversar (teclando) sobre os mais variados temas relacionados ao design.

A conversa acontece praticamente em tempo real, ou seja: alguém digita uma mensagem e a envia através do computador. Em uma seqüência imediata outra pessoa recebe a mensagem do ‘outro lado’ podendo ler e responder a mensagem, dentro da mesma continuidade.

O Design.com.br é a plataforma mais avançada, com mais opções, mais rápido e mais utilizado aqui no Brasil. Para a utilização, o usuário pode instalar o app ou simplesmente acessar pela web sem a necessidade de nenhuma instalação, através do que chamamos de site.

Temos aqui no Design.com.br vários grupos Grande parte das funcionalidades do Design.com.br são criadas e sustentadas pelos próprios usuários, na maior parte das vezes sem qualquer retorno financeiro.

Para acessar o DESIGN.com.br, o usuário se registra.

Em seguida, ele preenche o seu perfil e pode visitar os Fóruns, os Grupos e Pode Escrever dentro deste e até mesmo iniciar o bate-papo em tempo real com outros usuários.

Uma vez dentro de um grupo, o usuário pode manter conversas públicas ou privadas com outros usuários. Numa tela principal teclam todas as pessoas presentes, enviando recados públicos, que, portanto, podem ser lidos por todos os participantes desse grupo. Em paralelo a esse procedimento, você pode clicar nas pessoas presentes para ter com elas uma conversa particular. Cada usuário pode participar de quantos canais quiser simultaneamente, bem como falar com tantas pessoas quanto desejar.

Cada grupo possui na maior parte das vezes um ou vários moderadores (identificadas pela presença do símbolo e aviso em seus perfis), que é a pessoa que define as regras do grupo. Essas regras se referem a vários tipos de comportamento: a etiqueta, o linguajar, brigas entre usuários, impedimento de propagandas, etc. Somente eles tem meios de excluir do grupo, pessoas que infringirem as regras estabelecidas no grupo.

[1.2] Levels

Os levels são os status que os usuários do site podem adquirir ao participar do site. Se você é do tempo do IRC, vai encontrar uma certa familiaridade.

Super Admin – Alguém com acesso a todos os recursos de administração. Participa do SBPC – Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores.
Administrador – alguém que tem acesso a todos os recursos de administração dentro dos fóruns e grupos. Participa do SBPC – Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores.
Administrador de Grupo – alguém que tem acesso aos recursos de administração de um grupo específico.
Moderador – Editar, fechar e excluir qualquer tópico ou post do fórum do grupo, está sempre ligado no IPPD. Participa do SBPC – Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores.
Editor – alguém que pode publicar e gerenciar publicações. Inclusive de outro Autor. Gerenciar Comentários. Participa do SBPC – Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores.
Autor – alguém que pode publicar e gerenciar comentários. Participa do SBPC – Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores.
Colaborador – alguém que possa escrever e gerenciar mensagens mas a sua própria não pode publicá-los. Participa do SBPC – Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores.

Membros do grupo tem três funções disponíveis para eles.

Usuário/Membros: Alguém que só pode gerenciar o seu perfil. Por padrão, quando um usuário registra no Design.com.br pela primeira vez ele já passa a ser um membro da comunidade:

Em um grupo público, os membros podem:

Postar nos fóruns que do grupo, bem como enviar conteúdo para outras partes do grupo. Quando um usuário envia para o fórum de discussão de um grupo público, o usuário automaticamente se torna um membro do grupo. Além disso, sendo um membro de um grupo significa ter a atvidade do grupo agregadas em sua atividade> Meu fluxo de Grupos de atividade.

Em um grupo privado ou um grupo oculto, os membros têm todos os mesmos privilégios que os membros de um grupo público. Além disso, sendo um membro de um grupo privado significa que você está explorando mais a comunidade, você também é capaz de enviar convites a outros usuários.

Administradores dos Grupos: Os administradores tem total controle sobre o conteúdo e as configurações de um grupo. Isso inclui todas as habilidades de moderadores, bem como a capacidade de:

  • Configurações de Grupos; Por exemplo, os administradores podem ligar ou desligar fóruns grupo, mudança de status grupo do público para o privado.
  • Alterar o avatar grupo
  • Gerenciar os membros do grupo
    Mais especificamente, único grupo administradores têm o poder de promover membros para moderadores, ou para retirar usuários do grupo
  • Excluir o grupo

Os administradores da comunidade respeitam estritamente um sistema democrático, que depende de votação por maioria para fazer todas as alterações importantes no Design.com.br.

Moderadores: Quando um membro do grupo é promovido a ser um moderador do grupo, isso significa que o membro recebe as seguintes habilidades adicionais:

  • Editar, fechar e excluir qualquer tópico ou post do fórum do grupo;
  • Editar e excluir outros tipos de conteúdo;
  • Editar e marcar comentários como spam;

[1.4] Indicação Textual para se referir ao Design.com.br

Esta seção está em desenvolvimento continuo e sempre trará detalhes sobre os formatos adequados de referência e nossa apresentação gráfica. Pedimos a utilização dos títulos nos formatos abaixo, com a preferência na ordem em que aparecem.

  • Design.com.br
  • [D]
  • DESIGN.com.br
  • Outras atribuições decorrente de junções (leia a história)

  • designGráfico
  • [designGráfico]
  • dG
  • [dG]
  • DESIGN-SE
  • Nas referências acima podem ser acrescidas as denominações abaixo, conforme o contexto a que se encontram ou para servirem de sinônimos. Use denominações precedendo os títulos (Denominação + Título), conforme combinação necessária:

  • Site, Blog, Portal, Aplicativo
  • Comunidade
  • Grupo
  • Lista
  • Para fazer referência de forma secundária, seja em subtítulos ou menção indireta, sugerimos:

  • Aplicativo
  • Comunidade brasileira de design
  • Grupo de discussão
  • [1.3] Sistema de Benefícios e Prêmios para Colaboradores

    O design.com.br está sempre procurando formas de retribuir seus usuários mais notórios, os colabodadores. Não só dando mais recursos, mas criando oportunidades: Participando ativamente do design.com.br permite que você possa conhecer novos locais de trabalho, novas culturas e fortalecer o seu networking. É o caso do nosso PontoD, um guia de prestadores de serviços de design e para designers.

    Os colaboradores, autores e editores que contribuíram com mais de 20 artigos em menos de 4 meses no design. Poderão usufruir de:

  • Um dia ao mês em um dos coworking caracterizados no pontoD como: Coworking Parceiro;
    O coworking parceiro disponibiliza a staff da comunidade 3 horários ao mês, portanto é necessário verificar a disponibilidade juntamente com o parceiro.
  • Desconto em gráficas sabemos que tem muito estudantes conectados, que tal colaborar, aprender e ganhar desconto na impressão?
  • Um produto: se você produz algum tipo de produto e quer vender ele na comunidade é possível;
  • Aprender um curso: proximamente vamos disponibilizar cursos online e os colaboradores poderão fazer um curso gratuitamente.
  • Vender um curso entendemos que os mais ativos, são excelentes produtores de conteúdo. Adicionado a uma boa retórica e uma ementa boa. Você também pode divulgar e vender o seu curso aqui na plataforma do design.com.br
  • [1.4] Ajuda! Eu estou banido da comunidade

    Se você foi banido de comunidade envie um email para argumento@design.com.br explicando o que ocorreu. Forneça o máximo de detalhes possível, incluindo a mensagem de proibição.

    Note que este não é para bans de grupos. Se você foi banido de um grupo, então você vai precisar entrar em contato com os moderadores ou administradores responsáveis ??pelo grupo. membros da equipe do Design.com.br não vão se envolver em assuntos de grupo.

    Conselhos para argumentação:

    Lei Civil
    Educação: faça um pedido educadamente, aceitar o julgamento e entender o erro é mais fácil para obter o que você deseja. Imagine que há outra pessoa do outro lado querendo lhe ajudar, então: Seja legal.

    Não chore “Abuso!”
    De acordo com a nossa política nós podemos lhe negar acesso à rede sem aviso prévio, a qualquer momento. É uma rede privada está disponível para uso público. Pare e pense, tentar tornar objeto de escárnio público e escrutínio não vai resolver o seu problema.

    Fornecer informações detalhadas
    Qual foi sua atividade recente, a mensagem que recebeu, se teve emails invadidos recentemente, razão pela proibição. Se não tiver toda a informação, as chances de resolvermos será bem menor.

    A ignorância não é uma desculpa – a maioria das regras da comunidade são de senso comum. Após o login temos um link que que oferece um link para as regras de rede. E você também pode nos ajudar a melhorar!

    Se tiver sugestões de mudança ou encontrou algum erro gramático nessa documentação, envie se eu email para argumento@design.com.br – gracias!

    [2.0] Procedimentos

    [2.1] Aplicados ao Fórum

    Procedimento: 1FA
    Evento: O forum conta com um número relativo de usuários, porém o volume de perguntas é tão grande que a leitura da comunidade fica dificultada.
    Ação: Manter os tópicos e colaboradores da comunidade que desejam prestar atendimentos que já sejam conhecidos para ceder a eles o status de moderador. Dessa forma, a quantidade de respostas seja igual ou maior que a quantidade de perguntas. É importante a presença dos colaboradores no fórum #Ajuda, onde os atendimentos prestados serão comentados e dúvidas dos colaboradores atendidas.

    Tolerância: Presença de muitos moderadores humanos e ativos na comunidade.
    Status: Ativo.

    Procedimento: 2FA
    Evento: Os servidores apresentam enorme lentidão que praticamente inviabiliza que as perguntas e as respectivas respostas sejam lidas, causando irritação nos usuários por não serem atendidos.
    Ação: Gerar um chamado no feedback.
    Tolerância: 15 (Quinze) dias de inatividade.
    Status: Ativo.

    Procedimento: 3FA
    Evento: Ataque de clones/trojanbots ou similares ou simplesmente o risco deste evento acontecer.
    Ação: Verifique os perfis e, caso seja necessário (dependendo da gravidade você também pode inativar o usuário), caso haja ataque os hosts envolvidos são adicionados na lista de bans eternos do SISTEMA DE CLASSES (vide item 3.0).
    Tolerância: Nenhuma.
    Status: Ativo

    Procedimento: 4FA
    Evento: Problemas emergenciais ou peculiares em que o atendimento aberto no Fórum torna-se inviável pela privacidade necessária do atendimento ou pelo volume de perguntas.
    Ação: Sugerir que o usuário entre em contato via feedback, caso necessário um grupo de atendimento exclusivo emergencial ou para os casos em particular deverá ser aberto.
    Tolerância: Chamar via mensagem privada, no próprio portal.
    Status: Ativo

    Procedimento:
    Evento:
    Ação:
    Tolerância:
    Status: –

    [2.2] Aplicados ao Usuário

    Apesar dos membros do Fórum possuírem um item de procedimentos exclusivo (2.3), todos os procedimentos de usuário também são aplicáveis a eles.

    Procedimento: 1US
    Evento: Perguntas no forum que não estão relacionadas com o DESIGN ou a comunidade.
    Ação: A seguinte mensagem é direcionada ao usuário: 'O foco da nossa comunidade é apenas DESIGN. Você muito provavelmente não será respondido aqui. Para este assunto, procure um site especializado em www.google.com ou no site de busca de sua preferência.'
    Tolerância: Baixíssimo ou nenhum movimento que viabilize o atendimento do assunto.
    Status: Ativo. Consulte resolução 7RE deste documento.

    Procedimento: 2US
    Evento: Perguntas relacionadas a colaboração, escrever, e administração de serviços.
    Ação: A seguinte mensagem é direcionada ao usuário: 'Para responder melhor a sua pergunta consulte a página Sobre e Contato.'
    Tolerância: Baixíssimo ou nenhum movimento que viabilize o atendimento do assunto.
    Status: Ativo. Consulte resolução 7RE deste documento.

    Procedimento: 3US
    Evento: O usuário pretende entrar em contato com um Administrador, Moderador ou Master para atendimento.
    Ação: A seguinte mensagem é direcionada ao usuário:'Nossos administradores estão empenhados em melhorar o design e o desenvolvimento e portanto não tem poderes para ajudá-los. O atendimento da rede é feito por nós mesmos. Resuma aqui o seu problema e alguém irá atendê-lo.'
    Tolerância: Questões Administrativas, Questões doe Colunistas, Denúncias de SPAM, Denúncias de Abuso de poder, Denúncias de ataques, Sugestões para a comunidade, Atendimento interno da equipe, Atendimento aos colaboradores do DESIGN. Nestes casos o usuário é orientado a entrar em contato via PVT (Private) com um administrador/moderador.
    Status: Ativo.

    Procedimento: 4US
    Evento: Qualquer tipo de ofensa ou palavra de baixo calão proferida a entidades que envolvam ou não o DESIGN.com.br de forma explícita ou implícita.
    Ação: O usuário é banido e/ou expulso do fórum.
    Tolerância: Quando a ofensa/palavra tenha sido feita/usada de forma subjetiva o que permite uma repreensão ao invés de uma punição.
    Status: Ativo.

    Procedimento: 5US
    Evento: Solicitação de atendimento via PVT (private).
    Ação: A seguinte mensagem é direcionada ao usuário: 'O atendimento do Design.com.br é feito no fórum. Por gentileza, faça sua pergunta lá e não responda esta mensagem aqui. Grato pela compreensão. (mensagem automática)'
    Tolerância: Questões Administrativas, Questões do BotServ, Denúncias de SPAM, Denúncias de abuso de poder, denúncias de ataques, sugestões para a rede, sugestões de atendimento interno da equipe do Design.com.br, atendimento aos colaboradores do Design.com.br.
    Status: Ativo.

    Procedimento: 6US
    Evento: Tentativa de roubo de registros, envio de vírus/trojans, citação de códigos maliciosos, instruções maliciosas, instruções que coloquem em risco a segurança do usuário. Exemplos: Tentar consecutivas vezes invadir a conta de outro usuário; Propaganda indevida; Remoção de conteúdo de terceiros; Inserção de códigos maliciosos; /write e load não intencional;scripts terceiros
    Ação: O usuário é banido e/ou expulso da comunidade.
    Tolerância: Nenhuma.
    Status: Ativo

    Procedimento: 7US
    Evento: O usuário se excede na pontuação. Na mesma frase, mais de três pontos de interrogação ou exclamação ou final.
    Ação: O usuário é avisado na comunidade com o motivo: 'Não exagere na pontuação. Três pontos de interrogação/exclamação/final são mais que necessários.'
    Tolerância: Baixíssimo ou nenhum movimento no Design.com.br.
    Status: Ativo

    Procedimento: 8US
    Evento: O usuário menciona em comentários propaganda de sites, redes sociais ou fanpages&.
    Ação: O usuário é banido e expulso da comunidade com o motivo ‘Propaganda
    Tolerância: A menção do Design.com.br, a LigaD, seus parceiros, colaboradores ou instituições participantes do Plano de Desenvolvimento Regional. Caso o usuário tenha mencionado erroneamente, demonstrando que a menção não foi intencional, é enviado um aviso e somente em caso de reincidência é banido.
    Status: Ativo

    Procedimento: 9US
    Evento: O usuário menciona um endereço de website (http://, ftp://) que não esteja relacionado a algum assunto tratado na comunidade, caracterizando uma propaganda explícita.
    Ação: O usuário é banido e/ou expulso temporariamente da comunidade com o motivo ‘Propaganda
    Tolerância: Os sites www.design.com.br e seus parceiros não são interpretados como propaganda. Baixíssimo ou nenhum movimento no Design.com.br onde o site seja mencionado durante uma conversa entre colaboradores do Design.com.br.
    Status: Ativo

    Procedimento: 10US
    Evento: O usuário faz uma oferta, proposta ou similar em grupo aberto caracterizando uma propaganda implícita.
    Ação: O usuário é banido e/ou expulso da comunidade com o motivo 'Não faça ofertas no Design.com.br'.
    Tolerância: Baixíssimo ou nenhum movimento no Design.com.br.
    Status: Ativo

    Procedimento: 11US
    Evento: O usuário solicita suporte a um produto da Microsoft.
    Ação: A seguinte mensagem é direcionada ao usuário: 'Dúvidas sobre produtos da Microsoft devem ser tiradas no suporte da Microsoft. Consulte www.microsoft.com/brasil/suporte ou o telefone (11) 3444-6844 em horário comercial de segunda a segunda.'
    Tolerância: Nenhuma.
    Status: Ativo

    Procedimento:
    Evento:
    Ação:
    Tolerância:
    Status: –

     

    [2.3] Aplicados aos Colaboradores

    São caracterizados como ajudantes da comunidade aqueles que estejam dando instruções abertamente, mesmo que uma pergunta tenha sido feita ou não.

    Procedimento: 1CO
    Evento: O colaborador ou qualquer outro meio em que o usuário seja atendido por um Moderador ou Administrador de Serviços como indicado no Evento do Procedimento 3US.
    Ação: O colaborador é expulso da comunidade com o motivo 'Instruções Maliciosas' por oferecer riscos aos usuários na medida em que os encaminha para um atendimento não supervisionado.
    Tolerância: Questões locais que envolvam os poderes de um colaborador em específico.
    Status: Ativo

    Procedimento: 2CO
    Evento: O Colaborador atende o usuário com instruções maliciosas mesmo que essa seja a vontade do mesmo e/ou a instrução implique em riscos e danos a alguma parte envolvida (Usuário/Design.com.br/Colaborador).
    Ação: O colaborador é banido e/ou expulso da comunidade com o motivo 'Instruções Maliciosas'. Em caso de reincidência os devidos mecanismos serão acionados para que ele fique permanentemente banido do Design.com.br.
    Tolerância: Nenhuma.
    Status: Ativo.

    Procedimento: 3CO
    Evento: O colaborador pede publicamente (em aberto) ou particularmente (em PVT) o status de ajudante/moderador.
    Ação: Caso o pedido tenha sido feito publicamente, o usuário é expulso da comunidade com o motivo ‘Solicitação Pública de Status‘. Se o pedido foi feito via PVT, o colaborador é orientado sobre o funcionamento e a proposta do Design.com.br e mesmo que faça por merecer, não receberá ajudante pelas próximas 24h. ‘Melhor merecer a honra sem possui-la do que possui-la sem merecê-la.‘ (Camões)
    Tolerância: ajudantes ou moderadores registrados na lista de acesso do Design.com.br solicitando o respectivo status na ausência ou lentidão dos serviços da rede, procedimento 1CA sendo executado na comunidade.
    Status: Ativo

    Procedimento: 4CO
    Evento: O colaborador indica um endereço de servidor para conexão que não seja um redirecionamento *.design.com.br – Isto além de implicar em riscos de segurança pode dar margem para que propagandas de servidores sejam feitas no Design.com.br.
    Ação: O colaborador é banido e/ou expulso da comunidade com o motivo ‘Propaganda‘.
    Tolerância: Todos os redirecionamentos *.design.com.br não estejam funcionando adequadamente.
    Status: Ativo.

    Procedimento: 5CO
    Evento: O colaborador encaminha o usuário para outro grupo, um site ou qualquer outro meio de comunicação quando a pergunta do usuário envolve um assunto pertinente ao Design.com.br e o atendimento da comunidade Design.com.br. Pergunta desta natureza devem ser respondidas na comunidade e o encaminhamento para qualquer outro lugar oferece risco ao usuário, podendo receber informações erradas ou maliciosas.
    Ação: O colaborador é banido e/ou expulso da comunidade com o motivo ‘Propaganda’. Em caso de reincidência os devidos mecanismos serão acionados para que ele fique permanentemente banido do Design.com.br.
    Tolerância: Nenhuma.
    Status: Ativo. Consulte a resolução 7RE.

    Procedimento:
    Evento:
    Ação:
    Tolerância:
    Status: –

    [3.0]Configurações do grupo e funções

    O DESIGN.com.br permite que qualquer membro possa criar um grupo em torno de um interesse comum ou propósito. Aqui estão algumas configurações básicas que ajudarão você a obter o melhor dos seus grupos.

    Opções de privacidade

    Ao criar um grupo, você tem a opção de fazer o seu grupo Publico, Privado, ou oculto.

    Grupos públicos são visíveis em todos os diretórios do grupo. O conteúdo do grupo – atualizações de atividades, mensagens em fóruns é acessível ao público e qualquer um na comunidade pode entrar.

    Grupos privados são visíveis também nas listas de grupos. O nome e descrição do grupo permanecem disponíveis para todos verem. No entanto, o conteúdo do grupo são acessíveis apenas aos membros. , Além disso, a associação de grupo é controlado: se alguém tentar entrar deve solicitar a adesão, o que só pode ser concedido por um administrador do grupo.

    Grupos ocultos ficam invisível para não-membros. Estes nomes de grupo e descrições não são listados em diretórios site inteiro, e seus conteúdos são acessíveis apenas para os membros do grupo. Porque o grupo não está na lista, os usuários não podem solicitar a adesão. Em vez disso, o pessoal só pode se juntar ao grupo através de convite.

    Assim que você registrou o seu grupo e definiu a privacidade, o que você pode fazer em seguida? Bem, se você quiser configurar o seu grupo de uma maneira especial para seu assunto em especial e você pode personaliza-o usando as configurações de grupo.

    Em Gerenciar, lá é possível ajustar os Detalhes do Grupo (Nome, Descrição, Notificações) , as Configurações (Privacidade e Convites), Foto, Imagem de Capa, Membros, Fórum (Membros (Ver/Definir Moderadores e Membros),

    [3.5]Parceiros & LigaD

    A liga é a nossa união, o juntar das forças pra reunir todos os designers em pró de inúmeras iniciativas e ideias que podem ser adotadas, pra valorizar o design brasileiro, pra fazer o fluxo de visitas de todo mundo subir e criar oportunidades reais de mudar o ambiente em que vivemos.

    Os Parceiros
    Os parceiros são formados de editores de páginas, youtubers, twitters e blogs de design. Se você se encaixa no perfil e quer entrar no grupo, envie uma mensagem informando seu blog/página.

    Requisitos

  • Produzir conteúdo em português
  • Ter mais de um ano de blog
  • Possuir uma identidade visual colorida e preto e branco
  • Ter domínio próprio (exceto youtubers, twitters)
  • Ser maior de idade
  • Colocar um banner do Design.com.br na sua página (veja como divulgar o Design.com.br)
  • Ter disponibilidade pelo menos vez ao mês para reuniões

    Para os usuários
    A liga mostra em tempo real as publicações da galera que aqui está. Conteúdo pertinente, curioso e relacionado ao design – sem deixar de fazer o usuário entrar e conhecer o site de cada um de vocês.

    Política da Liga – A boa vizinhança

  • Não copiar conteúdo integral do colega
  • Tenha Empatia
    capacidade psicológica para sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação.
  • Seja legal
  • Sempre citar as fontes, sobretudo se é um parceiro da LigaD. Sempre é bacana frisar a ferramenta, pois tem muita gente que não sabe/não conhece. Ex: O designer aprontou altas confusões e nosso amigo da Liga dos Designers, (nome do blog) comentou a respeito....
  • Ajude as pessoas evoluirem
    Lembre-se, ninguém nasceu sabendo tudo. Quando você começou muita gente te ajudou e te ensinou.
  • Desconstrua!
    Não concorda com algo ou quer fazer diferente? Argumente sobre o fato unicamente, deixando seu ego, sua formação e sua cultura de lado.
  • Missão

  • Inovar e criar ferramentas úteis para todo o grupo
  • Diagnósticar o comportamento dos visitantes, usuários, dos clientes e dos criadores de conteúdo
  • Pensar o design em conjunto
  • Criar planos onde o Design.com.br pode ajudar as pessoas
  • Bonificações
    Os parceiros da LigaD também contam com inúmeras bonificações. Os parceiros ativos que já participaram de ao menos uma reunião ou possuem mais de um mês de parceria. Poderão usufruir de:

  • Um dia ao mês em um dos coworking caracterizados no pontoD como: Coworking Parceiro;
    O coworking parceiro disponibiliza a staff da comunidade 3 horários ao mês, portanto é necessário verificar a disponibilidade juntamente com o parceiro.
  • Desconto em gráficas sabemos que tem muito estudantes conectados, que tal colaborar, aprender e ganhar desconto na impressão?
  • Produtos: se você produz algum tipo de produto e quer vender ele na comunidade é possível;
  • Aprender mais: proximamente vamos disponibilizar cursos online e os parceiros poderão fazer um curso gratuitamente.
  • Vender cursos entendemos que os parceiros, além de especialistas são excelentes produtores de conteúdo. Adicionado a uma boa retórica e uma ementa boa. Você também pode divulgar e vender o seu curso aqui na plataforma do design.com.br
  • Nomenclaturas para se referir ao PontoD
    Para a indicação textual, pedimos a utilização dos títulos nos formatos abaixo, com a preferência na ordem em que aparecem:

  • LigaD
  • Liga do Design
  • Liga dos Designers brasileiros
  • Nas referências acima podem ser acrescidas as denominações abaixo, conforme o contexto a que se encontram ou para servirem de sinônimos. Use denominações precedendo os títulos (Denominação + Título), conforme combinação necessária:

  • Mural
  • Grupo
  • Lista
  • Galera
  • Para fazer referência de forma secundária, seja em subtítulos ou menção indireta, sugerimos:

  • Liga dos Designers Comunidade brasileira de design
  • Parceiros do Design.com.br
  • Designers reunidos
  • [4.0] Projetos

    Algumas idéias antes de serem colocadas em prática devem ser amplamente revisadas, discutidas e testadas. Se você tem algum comentário ou idéia sobre os projetos aqui listados, faça a gentileza de entrar em contato via jonas@design.com.br ou responda ao feedback.

    Projeto: 1PRO
    Data & Hora: 21/01/2010 @ 18:33
    Descrição:

    O uso de um ponto de interrogação/exclamação/final já deixa bem clara a mensagem que o usuário pretende passar. O uso de três pontos sucessivos claramente e comedidamente intensifica a pergunta, a exclamação ou hesitação do usuário. Porém infelizmente a pontuação tem sido usada abusivamente, chegando até 52 pontos seguidos, o que só acarreta problemas ao grupo sem necessidade. Para quem usa resoluções baixas, a quantidade de linhas ocupadas na tela pela mensagem exagerada é bem maior, aumentando a quantidade que o texto possuí, aumentando e dificultando sua leitura. Além disto, como os exageros causam uma poluição visual, quem está tentando ler as perguntas para responder é atrapalhado e quem quer ler as respostas também, complicando a comunicação na comunidade. Frustrado o usuário além de cometer floods e ofensas passa a tentar ‘competir’.

    De acordo com a nossa referência, o IPPK quase a metade do conteúdo das mensagens são totalmente inúteis e só atrapalham as conversações, o que evidencia que um exagero induz que outro seja cometido. Veja também que é comum que os usuários que cometem exageros facilmente repetem suas mensagens num curto espaço de tempo, demonstrando o propósito de chamar mais a atenção.

    Como as regras do Design.com.br proíbem que os moderadores venham a punir este tipo de comprometimento da comunidade e abuso por parte dos usuários, minha proposta é permitir que os moderadores possam banir por um curto período de tempo ou expulsar os usuários da comunidade que se excederem em 3 (ou 5, um valor mais brando) pontos de interrogação/exclamação/final com um motivo de KICK explicativo como, por exemplo, o proposto no procedimento 7US do item 2.2 deste documento.

    Status: Aprovado pela Ouvidoria e Equipe de Masters.

    Projeto: 2PRO
    Data & Hora: 16/05/2010 @ 22:00
    Descrição:

    A quantidade de usuários da comunidade Design.com.br tem se apresentado de forma crescente, porém o número de pessoas dispostas a ajudar ao próximo na comunidade Design.com.br está bem aquém deste crescimento. Isso implica, ao passar do tempo, em uma queda de qualidade e principalmente agilidade do atendimento da rede. na comunidade Design.com.br especificamente este problema é mais grave. O usuário enquanto aguarda sua resposta nota que muitos outros usuários, que geralmente já perguntaram há muito tempo, são respondidos. Mas infelizmente a imensa maioria dos que procuram o Design.com.br não são capazes de considerar que todas as respostas a que assiste já foram perguntadas há algum tempo atrás e passa a sentir que sua pergunta está sendo ignorada. Em resposta a esta sensação o usuário tende a um comportamento abusivo no Design.com.br, com repetições, flood, excesso de caracteres e até ofensas.

    Para solucionar este problema proponho um sistema de previsão de atendimento, que batizei de HPREV. O HPREV é um sistema que estima o tempo máximo em que o usuário será atendido. Esta previsão é exibida no tópico da comunidade e/ou na mensagem de entrada da comunidade enviada por PVT. Tendo uma estimativa do tempo de atendimento o usuário fica menos ansioso, reduzindo o comportamento abusivo na comunidade e de uma forma geral facilitando todas as atividades do Design.com.br.

    O HPREV não tem a intenção de calcular e sim de estimar o tempo máximo de atendimento. Calculando algumas especulações, o HPREV pode estimar com uma margem segura a previsão de atendimento. O HPREV especula que para cada Potencial Humano é capaz de fazer quatro atendimentos por minuto. O Potencial Humano é uma variável sem unidade que mensura a capacidade de atendimento da comunidade. Cada ajudante na comunidade soma um ponto ao Potencial Humano e cada moderador, tendo em vista que este deve estar mais ocupado com o controle da comunidade, tem um valor inferior de 0.8 (20% menor) somado ao Potencial Humano. Para exemplificar, dez moderadores humanos gerariam um Potencial Humano igual a 8 e dez ajudantes gerariam um Potencial de 10 pontos.

    Já que a especulação é de 4 atendimentos por minuto e que cada usuário (desconsiderando moderadores, bots e ajudantes) possui uma pergunta, o Potencial Humano é multiplicado por 4 e dividido pela quantidade de usuários, equacionando assim a previsão de atendimento em minutos. Com estas especulações podemos criar a seguinte fórmula geral do HPREV: Previsão=(Potencial Humano * 4)/Usuários. Vale ressaltar que este cálculo possui arredondamento ao final.

    O que garante a margem de segurança da Previsão são as ponderações que podemos fazer acerca das especulações que o HPREV faz. Um ajudante e até um moderador podem muito bem fazer mais do que 4 atendimentos por minuto. Além disso, a quantidade de usuários que fazem perguntas é menor do que o número total de usuários (ressaltando: desconsiderando moderadores, ajudantes e bots deste número). Estas duas ponderações garantem que a previsão é relativamente superior ao tempo real de atendimento, que além de oferecer segurança na estimativa, proporciona ao usuário a surpresa de ser atendido antes do tempo previsto.

    Para ilustrar essa margem de segurança a tabela abaixo irá mostrar as previsões de tempo de atendimento para as quantidades de ajudantes rotuladas na primeira coluna vertical e para as quantidades de moderadores rotulados na primeira linha horizontal. Por uma limitação de eixos foi tomada como base a quantidade de 100 usuários simultâneos na comunidade Design.com.br, um valor médio dos horários de pico da comunidade.

    * = Na ausência de usuários humanos ou colaboradores identificados, o fórum sempre conta com um fiel grupo de colaboradores, é muito provável que todo novo usuário seja atendido. Dessa forma o maior tempo de previsão.

    FAQ versão 0.1:
    4- O que é Potencial Humano ?
    Potencial Humano é uma variável sem unidade que visa mensurar a capacidade de cada usuário. Cada usuário ativo no fórum soma ao Potencial Humano o valor 0.8 unidade e cada moderador soma 1 unidade, cada colaborador soma 2 unidades.
    Status: Em desenvolvimento e testes.

     

    Projeto: 3PRO
    Data & Hora: 22:22 @ 06/06/2010
    Descrição: Curiosamente os 3 primeiros projetos do IPPD têm uma origem comum: a falta de suporte e colaboração por parte dos designers. Esse projeto pretende atuar diretamente nesta causa.

    Para aumentar o número de colaboradores e Potencial Humano da comunidade fizemos o ‘Programa Treineiros’. Esse programa se apresenta de forma mensal, com 3 vagas de treineiros (trainees). Os 3 colaboradores com os melhores índices de participação nas estatísticas da comunidade, que não tenham um histórico de mau comportamento que implique em problemas, são convidados a participar do programa. Eles seriam adicionados na lista de permissões com um nível igual ou superior de ao de ajudante, porém, com um nível inferior ou igual ao de moderador.

    Transcorrido um mês, se o treineiro tiver maturidade suficiente para entrar para equipe da comunidade, ele será promovido a moderador. Caso ainda não tenha condições de entrar na equipe há dois caminhos a se seguir: se o treineiro não permanecer entre os 3 melhores ranqueados da comunidade ele é excluído do programa e da lista de acesso, cedendo a vaga para um dos três mais ranqueados nas estatísticas do mês. Se o treineiro permanecer ranqueado entre os 3 melhores nas estatísticas da comunidade ele continua no Programa de Treineiros até 3 meses, pois se nesse tempo ainda não atingiu maturidade para ser moderador seria melhor que cedesse a oportunidade a alguém mais capaz.

    Só para ressaltar, os treineiros não poderiam ser definidos temporariamente como moderador por segurança. Isso seria a diferença básica entre um moderador e um treineiro. Além disso, os treineiros seriam adicionados na lista de e-mail (MAILING LIST) de ajudantes onde receberiam instruções oficiais e poderiam tirar suas dúvidas. Dessa forma estaríamos estimulando os colaboradores a terem altos índices de atendimento no Design.com.br além de dar-lhes uma perspectiva de crescimento na comunidade.

    Comentários: nenhum.
    Status: Aprovado pela Equipe de Masters. Aguardando aprovação da Ouvidoria da comunidade.

     

    Projeto: 4PRO
    Data & Hora: 31/10/2010 @ 11:52
    Descrição: O projeto 4PRO, de apelido AJUDAD – possui uma página exclusiva de endereço www.design.com.br/ajuda – Esta parte do projeto se destinará as perguntas mais freqüentes sobre. Segue o FAQ:

    1- Qual é a intenção dessa nova forma de ajuda ?
    São sete pontos principais:
    – Reeducar o usuário, fazendo com que ele leia primeiro a documentação disponível para depois perguntar no Design.com.br.
    – Condicionar o usuário a procurar ajuda sozinho e na eventualidade de encontrar dificuldades, recorrer ao Design.com.br.
    – Popularizar a documentação existente.
    – Dar autonomia ao usuário, para que ele não dependa do Design.com.br quando quiser aprender novos recursos.
    – Reduzir o tráfego repetitivo do Design.com.br.
    – Elevar o nível de atendimento da comunidade. De questões simples e corriqueiras para situações mais elaboradas e raras.
    – Elevar o nível de conhecimento do usuário oferecendo-o a documentação completa sobre o assunto.

    2- Como seria o funcionamento da AJUDAD no Design.com.br ?
    Todos que estão no Design.com.br para responder as perguntas deverão responder no formato proposto, incluindo ouvidores, masters, moderadores, ajudantes registrados, ajudantes temporários e colaboradores. Os que não pariticipam oficialmente da equipe da comunidade seriam orientados pelo IPPD, outros sites e/ou grupo #Ajuda a como proceder no Design.com.br além de serem sensibilizados sobre a importância de reeducar e condicionar os usuários.

    3- Qual seria o efeito da proposta na comunidade ?
    – Redução drástica no volume de perguntas repetidas e simples.
    – Maior capacidade de atendimento simultâneo, tendo em vista a redução do volume desnecessário.
    – Menor congestionamento e menor necessidade de fechamento da comunidade nos fins de semana.
    – Possível aumento de colaboradores e até integrantes da equipe da comunidade, já que o Design.com.br retornaria a ser um grupo humanamente possível de se frequentar.
    – Menor volume de ofensas, repetições e flood.

    4- Qual seria o efeito da AJUDAD no usuário ?
    No primeiro momento o usuário poderá até ficar irritado ou frustrado. Mas da mesma forma que todos os usuários se adaptaram ao Orkut, ao Facebook e nos modelos de Forum eles também irão se adaptar na mesma velocidade à nova realidade da comunidade. O segredo é que a partir do momento que se torna FUNDAMENTAL para o usuário uma mudança de hábito, ele irá mudar para se adaptar à nova realidade. A partir do momento que ele notar que é fundamental consultar a documentação para resolver o problema dele, ele irá consultar a documentação. Até que esse momento de condicionamento chegue, é importante a insistência de todos na comunidade para continuar orientando os usuários a consultar a documentação.

    5- Qual seria o efeito da AJUDAD na Equipe do Design.com.br e seus colaboradores ?
    Como o grupo terá uma redução no volume de perguntas simples, as perguntas mais elaboradas irão elevar significativamente o nível dos colaboradores da comunidade, pois da mesma forma que os usuários se adaptarão à nova realidade do atendimento, os colaboradores também irão se adaptar, aprendendo mais sobre casos raros e peculiaridades. Depois dos usuários, os colaboradores serão o grupo que maior sofrerá mudanças com essa proposta, pois sua conduta mudará: de um simples cidadãos que olham as perguntas, clicam em pop-ups, agora com perguntas de maior nível, serão obrigados a refletir, pensar e tomar decisões sobre como orientar melhor os usuários.

    Quanto a Equipe do Design.com.br, os integrantes que haviam se afastado por falta de tempo ou até por descontentamento poderão retornar pois o grupo se apresentará de forma mais tranqüila e menos desagradável, permitindo até uma participação esporádica dos mais ocupados ou uma participação mais ativas daqueles que estavam descontentes com o rumo que o grupo tomava.

    6- A AJUDA irá mudar a forma de atendimento para sempre ?
    Não. Uma vez que o Design.com.br retornar aos moldes de antigamente, onde se era humanamente possível atender à todos os casos, o método convencional de atendimento poderá ser retornado. A proposta pretende acabar com a situação de caos na comunidade, principalmente nos horários de congestionamento.

    7- O AJUDA não ‘acabaria’ com o Design.com.br ?
    Em hipótese alguma. Documentação nenhuma conseguirá abranger todos os casos e todas as dúvidas possíveis, por isso SEMPRE se fará necessária a presença do Design.com.br, sua equipe e seus colaboradores. A proposta de forma alguma ameaça a existência da comunidade.

    8- O Design.com.br não deixaria de cumprir o seu papel ao adotar a AJUDA ?
    Não. O papel do Design.com.br é atender os usuários e o atendimento será realizado da melhor forma possível: o usuário será apresentado à toda documentação oficial sobre o assunto desejado contento todas as informações possíveis sobre o tema. Além de atender o Design.com.br estará educando, para não só o benefício do usuário mas também para o benefício do Design.com.br. Garanto que o usuário prefere ser respondido, mesmo com uma documentação, do que perguntar inúmeras vezes no Design.com.br e não ser respondido de forma alguma.

    Comentários: –
    Status: Aprovado e em uso.

    Projeto: –
    Data & Hora: –
    Descrição: –
    Comentários: –
    Status: –

    [4.1] Resoluções

    Este item dedica-se às Resoluções que tenho sobre os assuntos tangíveis ao grupo Design.com.br e a comunidade Design.com.br. O propósito é compartilhar com os interessados a minha opinião sobre assuntos que não podem ser rotulados como procedimentos e muito menos são projetos. A motivação deste item é a enorme quantidade erros, contradições e falta de informação no atendimento da comunidade. A resoluções abaixo listadas podem ser úteis para a padronização do atendimento na comunidade e futuramente podem amadurecer e tornarem-se procedimentos.

    Resolução: 1RE
    Título: Feedback Rápido
    Data & Hora: 12/11/2015 @ 13:14
    Expira: não expira
    Descrição: Muitas respostas no Design.com.br passam através das gerações de moderadores, ajudantes e colaboradores sem uma reflexão à respeito. Um caso curioso e importante que cabe nesta situação são as respostas sobre os erros encontrados na nossa comunidade. A imensa maioria dos usuários não tem conhecimento do funcionamento e até da existência do feedback e recorrem ao Design.com.br reclamando/relatando de que estão tendo problemas. Para ilustrar, consideremos a situação:

    <Guest7418> eu estou tentando acessar do meu celular e não consigo… #comofaz?

    Geralmente os atendentes da comunidade responderiam normalmente e inconscientemente cometem dois graves erros. O primeiro grande erro é a natureza da resposta. O usuário quer apenas relatar o erro e não fazer um novo amigo. O segundo erro e mais grave é deixar o usuário falando. Muita gente não nota ou acaba não tendo tempo pra responder essa natureza de respostas.

    Portanto há duas formas de responder a esse tipo de pergunta (em ordem de preferência):

    1- Olá, que bom que foi você que encontrou esse problema. Nós criamos uma página onde você pode nos dar mais detalhes para que nosso departamento de Design & Tecnologia resolva. Só entrar no www.design.com.br/feedback e responder as três etapas. Obrigado pela ajuda e qualquer coisa é só chamar!
    2- Olá, obrigado por nos comunicar esse erro. Precisamos saber que página você estava, que navegador e dispositivo está usando.

    Status: Ativo

    Resolução: 2RE
    Título: Configuração do Grupo
    Data & Hora: 12/12/2016 @ 12:27
    Expira: não expira
    Descrição: É comum o desejo de donos de grupos determinar quem tem acesso ou não ao seu grupo. Muitas vezes recorrem ao Design.com.br perguntando como podem definir isso no seu grupo. Comumente os colaboradores respondem que há uma opção de privacidade dentro do seu grupo e acaba nisso.

    Para essa situação eu proponho duas respostas (em ordem de preferência):

    1- Você pode encontrar as opções de privacidade dentro do seu grupo. Dentro do seu grupo, clique em Gerenciar, vá até a aba Configurações. Aí você pode definir se qualquer membro do site pode entrar neste grupo, se ele será listado no diretório de grupos e nos resultados de pesquisa ou se o grupo é apenas para convidados.
    2- Você pode conhecer todas as configurações do seu grupo. Clicando em Gerenciar, e indo até a Aba Configurações.
    Status: Ativo

    Resolução: 3RE
    Título: Endereço do Perfil
    Data & Hora: 05/06/2010 @ 12:42
    Expira: não expira até que os motivos técnicos em que se baseiam essa resolução invalidem-na.
    Descrição: Embora existam vários endereços que aparentemente garantem acesso ao site do Perfil no Design apenas um é oficial e deve ser indicado:http://perfil.design.com.br. Esse endereço é o único que possui o mecanismo de redirecionamento para a página do Perfil. Mesmo que outros endereços como www.design.com.br/perfil/ exibam a página do Perfil, esses outros endereços não são acessíveis para todos os usuários e não fazem parte dos procedimentos de emergência da que migram de local e endereço a página em questão.
    Status: Ativo

    Resolução: 4RE
    Título: LEVELs para Iniciantes
    Data & Hora: 05/06/2010
    Expira: não expira até que os motivos técnicos em que se baseiam essa resolução invalidem-na.
    Descrição: O Design.com.br é democrático, consulte os levels no nosso IPPD e Descubra o tanto de coisa que você pode fazer.

    Status: Ativo

    Resolução: 5RE
    Título: Triagem de novos Parceiros
    Data & Hora: 06/06/2010 @ 21:55
    Expira: não expira
    Descrição: Para todo parceiro que propõe uma adesão à comunidade Design.com.br é necessária uma triagem detalhada. Alguns colaboradores tendem a encaminhar para o atual responsável sem essa fundamental triagem, atitude que além de distanciar-se do propósito do Design.com.br de fazer o atendimento oficial da comunidade Design.com.br nada mais é apenas mudar um problema de lugar. Confira os procedimentos de triagem propostos abaixo:

    Triagem para parceiros:
    1- Verificar se o servidor pertence a um parceiro de acesso à internet ou empresa de telecomunicações, marca, ou loja.
    2- Verificar se quem está fazendo contato é funcionário ou dono do estabelecimento. Os ditos ‘amigos’ ou clientes não podem responder legalmente e tecnicamente pelo provedor/empresa.
    3- Verificar se o provedor/empresa possui um domínio devidamente registrado que não faz uso de serviços e mecanismos gratuitos.
    Status: Ativo

    Resolução: 6RE
    Título: Mau uso dos procedimentos 1US e 2US.
    Data & Hora: 17/06/2010 @ 22:34
    Expira: Sendo criado o procedimento 5CO, esta resolução expira na versão 1.0 do IPPD.
    Descrição: Uma das motivações do IPPD é promover o compartilhamento de idéias com colaboradores, ajudantes e moderadores. Porém tenho ficado consternado com as reclamações que tenho recebido e as constatações que tenho feito sobre o mau uso dos procedimentos 1US e 2US. A intenção desses dois procedimentos, além de desveicular do suporte de membros do grupo questões que excepcionais, como por exemplo PontoD e oferecer uma resposta mais completa através de um site ou grupo especializado. Nenhuma resposta dentro do Design.com.br irá superar todas as explicações oferecidas em um site especializado no assunto ou um grupo mais apropriado para isso.

    Porém essa não é nossa maior preocupação. Sabemos que para você seria um imenso prazer poder responder as dúvidas de outros assunto, porém quanto mais se responde perguntas de outros assuntos, maior será o volume dessas perguntas. Fato é que não queremos saturar a comunidade. Sendo o Design.com.br um grupo oficial. Vale ressaltar também que os membros também não podem se responsabilizar por serviços e produtos oferecidos por empresas, comunidades ou grupos.

    Status: Ativo

    Resolução: 7RE
    Título: Requisitos sugeridos para um Super-Admin
    Data & Hora: 07/12/2016 @ 22:17
    Expira: não expira
    Descrição: Muitos usuários que pretendem colaborar com o Design.com.br e a comunidade e se perguntam quais são os requisitos mínimos de um colaborador. Tracamos um perfil mínimo e ideal de um moderador e colocamos nessa resolução como sugestão. O propósito é apontar algumas habilidades, competências e conhecimentos de uso para que os colaboradores possam se preparar e se aperfeiçoar melhor. Vale lembrar que esta resolução como todo IPPD está passível de atualizações e alterações, portanto fique atento às novidades. Estão enumerados abaixos 3 eixos do perfil de um atendente ideal: Aptidões, Habilidades e Competências; Conhecimentos, Tecnologias e suas Aplicabilidades Genéricos e Conhecimento, Tecnologias e suas Aplicabilidades Específicas. Confira:

    1- Aptidões, Habilidades e Competências.
    Das Aptidões, Habilidades e Competências que um atendente da comunidade Design.com.br possa ter, as listadas abaixo são fundamentais:

    Aptidões, Habilidades e Competências Lingüisticas: capacidade de inferir, adaptar, analisar, relatar, sintetizar, contrastar e interpretar textos, mensagens, documentações e manuais. Também o moderador deve ser capaz de diferenciar ambiguidades, possuir o poder de argumentação e explanação didática. Reconhecer sintaxes e usá-las de acordo com uma documentação. Além disso, o conhecimento das formas polidas, educadas e respeitosas da Língua Portuguesa e sua instrumentabilidade.

    Aptidões, Habilidades e Competências Matemáticas: noções de proporção, grandeza e álgebra. Capacidade de interpretação de gráficos e dados estatísticos. Conhecimento das operações aritiméticas de soma, substração, multiplicação e divisão com algarismos pertencentes ao grupo dos números reais. Conhecimento das unidades de armazenamento como bit, byte kilobyte, megabyte, gigabyte, seus respectivos valores e conversões.

    Aptidões, Habilidades e Competências Morais: noções de ética, respeito, hieriarquia, dignidade e cidadania para que se possa reconhecer, aplicar e exigir o uso destas prerrogativas. Reconhecimento e uso de valores morais e humanísticos.

    Aptidões, Habilidades e Competências de atendimento: estar apto a identificar problemas, solicitar mais informações, diagnosticar e orientar o usuário sobre como resolver o problema ou sanar uma dúvida. Caso o problema exija uma apuração, o atendente deve ser capaz de investigar o problema, entrar em contato com os responsáveis ou especialistas e dar um retorno (FEEDBACK) ao usuário. Também o atendente deve ter a habilidade de conduzir, gerenciar e operar em situações de congestionamento ou emergência e tomar medidas apropriadas para que a comunidade seja normalizada. Nessas situações, o atendente deve estar apto a agir com tranqüilidade e agilidade respondendo pelo DESIGN.com.br e seus serviços.

    2- Conhecimentos, Tecnologias e suas Aplicabilidades Genéricos.
    Dos Conhecimentos, Tecnologias e suas Aplicabilidades Genéricos que um atendente deve ter e saber fazer uso, os listados abaixo são fundamentais:

    Conhecimentos, Tecnologias e suas Aplicabilidades em Computação: noções do funcionamento de um microcomputador e seus componentes como processador, memória, CPU, BIOS entre outros. Noções da diferença entre componentes lógicos (SOFTWARE) e físicos (HARDWARE). Capacidade de aplicar estes conhecimentos na identificação da origem de um problema físico de um microcomputador.

    Conhecimentos, Tecnologias e suas Aplicabilidades em Informática: noções de informática, informações, dados, banco de dados, sistemas operacionais e aplicativos. Estes conhecimentos devem ser aplicados no processamento de dados, instalação e desinstalação de sistemas operacionais e seus aplicativos bem como a configuração dos mesmos. Capacidade de aplicar estes conhecimentos na identificação e solução um problema lógico de um aplicativo ou sistema operacional.

    Conhecimentos, Tecnologias e suas Aplicabilidades em Telecomunicações: noções de telecomunicações, BACKBONES, roteamentos, internet e seus meios de conexão (discada, ISDN/ADSL, rádio, satélite e etc). Conhecimento geral sobre o funcionamento do protocolo TCP/IP, números de IP e funções como PING, TRACE. Conhecimento das diferenças entre a internet e uma rede local. Conhecimento suficiente para uso ou identificação de tecnologias como HTTP(S), FTP, STMP/POP3 e DNS. Conhecimento do funcionamento de registro de domínios, propagações de endereço, redirecionamentos e uso das ferramentas de WHOIS nos serviços da FAPESP e INTERNIC. O atendente deve aplicar esses conhecimentos na identificação e resolução de problemas no ambiente de usuário ou fazer os devidos encaminhamentos e orientações se o problema se encontra em provedores de acesso, empresas de telecomunicações ou outros serviços.

    3- Conhecimento, Tecnologias e suas Aplicabilidades Específicas.
    Dos Conhecimentos, Tecnologias e suas Aplicabilidades Específicas que um atendente deve ter e saber fazer uso, os listados abaixo são fundamentais:

    Conhecimento, Tecnologias e suas Aplicabilidades em usuários : saber identificar os navegadores mais comuns como Chrome, Opera, Firefox seus respectivos sistemas operacionais, características gerais e problemas comuns no acesso no site através destes e suas respectivas soluções. Conhecer os mais usados comandos de usuário, todos os recursos do Design.com.br e seus serviços gratuitos e não-gratuitos, problemas comuns e as respectivas soluções.

    Conhecimento, Tecnologias e suas Aplicabilidades na Web: Conhecer todos os comandos do programa ou estar apto a consultar a documentação disponível.Conhecer problemas comuns no acesso no Design.com.br, no uso de DCCs e suas respectivas soluções.

    Conhecimento, Tecnologias e suas Aplicabilidades em rotinas (Desenvolvimento) em WordPress: Conhecer e identificar o funcionamento geral de uma rotina, estar apto a ativa-la ou desativa-la. Conhecer, identificar e melhorar carregamento, plugins. Conhecer o funcionamento dos códigos maliciosos mais comuns e poder orientar os usuários como previnir e remediar problemas dessa ordem. Identificar e solucionar conflitos mais comuns entre rotinas ou os serviços do Design.com.br.

    Conhecimento, Tecnologias e suas Aplicabilidades na comunidade DESIGN.com.br: Conhecer todo o conteúdo do site, suas divisões, redirecionamentos, atalhos e endereços. Conhecer todo o funcionamento do Perfil (http://perfil.design.com.br), seu uso geral, problemas comuns e suas respectivas soluções. Estar apto a dar orientações sobre as solicitações de serviços não-gratuitos e seus respectivos meios de pagamento. Conhecer toda a documentação publicada, de suporte e regras e estar apto a indicá-las a qualquer momento.

    Status: Ativo.

    Resolução: –
    Título: –
    Data & Hora: –
    Expira: –
    Descrição: –
    Status: –

    Resolução: 7RE
    Título: Requisitos sugeridos para um Super-Admin
    Data & Hora: 07/12/2016 @ 22:17
    Expira: não expira
    Descrição: Não é de hoje que diariamente dezenas de usuários procuram o #Ajuda ou Administradores desejando se tornarem Administradores também. Porém a maioria não sabe (e quando sabe não acredita) que Administradores do Design.com.br não são deuses, sendo muito pouco diferentes de um usuário qualquer. Só colaboram mais. Este parte do documento pretende esclarecer, de forma pública, completa e objetiva mostrar a estes usuários interessados nossos procedimentos:

    1 – O que um Administrador não pode fazer ?
    Diferentemente do que muitos pensam, um Administrador não pode: tomar a administração em qualquer grupo, ter acesso a senha dos usuários, ser fundador de mais de 20 grupos, banir qualquer usuário da rede sem motivos, proibir e suspender o uso de perfils, mudar dados do registro de um usuário, ou desregistrar grupos de terceiros.

    2 – Mas por que o DESIGN.com.br faz isso e as outras redes não ?
    O Design.com.br foi feito para ser a maior comunidade do design brasileiro. Logo fica difícil de controlar tudo que os Administradores fazem. E infelizmente a condição humana, segundo a história mostra que tem muita gente que buscam mais o poder, o status e a notoriedade desta antiga ‘cultura’ do que a oportunidade de ajudar ao próximo. Sendo para a própria segurança da comunidade e de todos os usuários a política restritiva de privilégios foi adotada de um princípio. E para compensar a suposta ‘ausência’ dos Administradores temos uma série de privilégios em que o usuário possui total autonomia.

    3- Meu sonho é ser Admin, o que faço ?
    Ajude, escreva, colabore, responda, modere. Veja toda essa documentação.

    4- Eu já sou Colaborador/Autor/Admin. O que eu poderia fazer para ter uma função e/ou colaborar mais com a rede?
    É o mesmo caminho de um usuário: ajudar no #Ajuda. Para os moderadores (ajudantes) o status de Administrador tem de fato uma utilidade: serve como uma ferramenta, um complemento aos privilégios e funções de integrante da equipe de suporte do Design.

    [5.0] Departamentos

    Departamento de Suporte

    Os ajudantes são os responsável por tratar questões de suporte ao usuário de todos os tipos. Todos os grupos e do fórum, inclusive colunistas. Ao ler a nossa ficha técnica ou receber algum tipo de mensagem, aviso ou resposta poderá encontrar uma das tags indicadas.

    +aju?ante
    +Equipe de ?esenvolvimento
    +Colabora?or

    O Departamento de Desenvolvimento é responsável por todo o desenvolvimento da comunidade. Isso pode incluir a manutenção de nosso app, adicionando novos recursos aos serviços, e atualizar nosso site. Embora é restrito à rede membros da equipe, os usuários com experiência em programação e design suficientes que desejem contribuir são encorajados a entrar em contato com o líder da equipe apropriada para uma discussão mais aprofundada.

    [5.0] Histórico

    v0.2: Atualização da resolução Levels.
    v0.1: Primeira versão do IPP.

    [5.1] Licenças

    O DESIGN.com.br pode ser livremente usado em qualquer instituição desde que os seguintes critérios sejam atendidos:

    1- O grupo ou pessoa que pretende utilizar deve manifestar este desejo pelo endereço eletrônico jonas@design.com.br, fornecendo informações sobre o local de uso, suas características e intenções.
    2- Receber do autor do artigo uma autorização para o uso do material intelectual alheio.
    3- Indicar na página que o artigo é copiado ou adaptado o link original do post, a versão na qual se baseou, e os devidos créditos.
    4- Estar devidamente listado neste item como cópia/adaptação autorizada.

    Créditos:
    Jonas Rafael Rossatto
    Fundador

    Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.