Categorias
Arte Gráfico

Workshop Expressão em Cartaz com Rico Lins

Partindo de um tema da atualidade os participantes deverão expressar um comentário gráfico sobre o fato com a concisão visual inerente à linguagem do cartaz: trabalhando simultaneamente a capacidade de síntese, a articulação entre texto e imagem, o estímulo à reflexão, e sua relação com o entorno.

O objetivo do workshop é exercitar a construção de um comentário visual sobre a atualidade com uma opinião clara e pessoal, estimulando a capacidade de lidar com informações gráficas, explorando seus significados, sua força expressiva e seu impacto comunicativo.

Pré-requisitos: Aberto para candidatos de qualquer área e nível de formação, desde que tenham boa informação e repertório visual . Não é necessário saber desenhar, mas saber pensar visualmente é fundamental.

Sobre a técnica utilizada: Os cartazes são desenvolvidos fazendo uso de”técnicas analógicas” (sem o uso do computador), reaproximando os participantes dos materiais e suas potencialidades.

Materiais: Fornecidos: copiadora/impressora/scanner multifuncional p/b formato A4, papéis branco e coloridos, material básico para colagem; revistas e jornais. Convém trazer (sugestões): imagens e referências pessoais; papéis especiais; fotos; rótulos; embalagens; panfletos; impressos; etc. Materiais para desenho e colagem, além de objetos pessoais, referencias gráficas, papéis e texturas do cotidiano. É optativo o uso de câmera digital para registro de referências ou foto de ilustrações tridimensionais.

Resumo: Partindo de um tema da atualidade os participantes desenvolverão um cartaz construído analogicamente. Criatividade, capacidade de síntese entre texto e imagem, o estímulo à reflexão são os ingredientes deste processo.

Data:
Dia 22 de Novembro
10h – 18h (com 1h de intervalo)

Investimento:

R$ 180,00 – profissionais
R$ 140,00 – estudantes (levar carteirinha ou documento de comprovação de matrícula no dia).

Site:
http://www.ricolins.com/workshop/

Por Armando Fontes

Carioca, morando no oeste catarinense, ex-baixista, ex-míope e ex-cabeludo, que crê que atividade de design ganhará cada vez mais respeito na sociedade, quando a classe como um todo, perceber que o que fazemos está mais próximo da Economia do que da Arte. Que nosso atividade gera lixo, riquezas, transformações sociais e culturais. Gestor de marcas e identidade corporativa pela PUC-MG, Designer de produtos pela UFRJ. Editor do twitter (@design_se) que uniu forças com o Espaço.com/design em 2010. Estudioso de cervejas e homebrewer da Cerveja Vilã

Autor da frase: "Minha mãe fez designer."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *